Prefeito de Três Arroios participa da Marcha à Brasília

O prefeito de Três Arroios, Lirio Zarichta está em Brasília, onde participa da XXII Marcha dos Prefeitos em Defesa dos interesses dos Municípios. O evento teve início nesta segunda-feira, 8, e segue até quinta-feira, 11.

Mais de 5 mil pessoas entre prefeitos, vices, vereadores, secretários municipais, parlamentares e governadores.

Durante esse evento discutem-se assuntos que influenciam na gestão das cidades, mas o forte dele é o poder de articulação que proporciona, além disso, são apresentadas as reivindicações do movimento municipalista.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e do Senado, Davi Alcolumbre, participam nesta terça-feira, 9, da abertura do evento.

Para o prefeito Lirio, à participação na Marcha é uma forma de mostrar a força dos municípios para o Governo Federal e demais poderes, além de ser uma oportunidade de troca de experiências com outros prefeitos do Brasil.

O evento que é organizado pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM)

Em discurso sobre reestruturação do país, Jair Bolsonaro anuncia apoio a 1% do FPM

Aguardada ansiosamente pelos gestores locais, a primeira participação de Jair Bolsonaro como presidente da República na Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios ocorreu na manhã desta terça-feira, 9 de abril, durante solenidade de abertura do evento. Ele subiu ao palco acompanhado do presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Glademir Aroldi; dos ministros de Estado; e dos presidentes da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre.

O principal anúncio do presidente da República foi o apoio do governo federal à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 391/2017, que acrescenta mais 1% ao primeiro decêndio do Fundo de Participação dos Municípios (FPM) no mês de setembro de cada ano. A decisão, acordada com o ministro da Economia, Paulo Guedes, deve agilizar a tramitação da matéria na Câmara dos Deputados. Atualmente, a CNM aguarda a reinstalação da Comissão Especial que irá analisar o texto. “Aqui não existe presidente, governador e prefeitos. Somos todos iguais na busca do mesmo objetivo, que é o bem da população brasileira”, alegou.

 

Rolar para cima