Reservatórios de água como fonte de economia além de consciência ambiental

Nossa população tem a cultura do cuidar, cuidar da casa, do jardim, das flores, da cidade… mas para esse cuidar muitas vezes é utilizado água, e em grande quantidade, e fazer uso de água tratada da rede para essas finalidades não é recomendável por diversos motivos, além de ser um desperdício e uma falta de consciência ambiental, sendo a água um recurso finito, ainda gera despesas econômicas e, em períodos de estiagem esse desperdício pode causar racionamentos e até desabastecimento.

 

Nesse contexto à alguns anos, o município vem incentivando a prática de instalações de reservatórios de coleta de água da chuva para usos alternativos como lavagem de calçadas, veículos, para molhar jardins e gramas e até mesmo na construção civil para utilização na descarga de banheiro e outros.

 

A partir deste ano será realizada uma análise com descontos para o exercício 2023 junto ao IPTU aos proprietários que possuem cisternas em suas residências, desde que estas sejam aferidas pela Vigilância Sanitária e tenham todas as medidas de prevenção contra insetos – mosquito da dengue e demais.

 

As que forem certificadas como seguras poderão receber o desconto como forma de incentivo. Os interessados devem procurar a Secretaria de Meio Ambiente do município para fazer seu cadastro e receber orientações.

 

A Prefeitura Municipal, através do Fundo do Meio Ambiente e demais recursos está implantando em prédios e locais públicos, reservatórios para molhar jardins, canteiros e outras finalidades, demonstrando assim que é preciso ser exemplo à população.

 

Rolar para cima