Combate ao mosquito aedes aegypti continua no município

A Secretária da Saúde, através da Vigilância Sanitária e das Agentes Comunitárias da Saúde desenvolveu na primeira semana de Junho, atividades para eliminar possíveis focos do mosquito Aedes Aegypti, transmissor da Dengue, Chikungunya, Zica e Febre Amarela Urbana.

A transmissão dessas doenças ocorre através da picada do mosquito Aedes Aegypti. Para se reproduzir, ele precisa de locais com água parada, que é onde deposita os ovos. Por isso, cada morador precisa colaborar e fazer sua parte.

Olhe seu quintal e as proximidades de sua residência. Verifique se há recipientes abertos que possam armazenar água, evite que isto aconteça recolhendo os entulhos, mantendo caixas ou barris de água fechados com tampa adequada, guardando garrafas sempre de cabeça para baixo e enchendo de areia até a borda os pratos dos vasos de plantas.

A PREVENÇÃO PARA A DENGUE AINDA É O MELHOR REMÉDIO

COMBATER O MOSQUITO É RESPONSABILIDADE DE TODOS

Orientações para evitar a proliferação do mosquito

– Não acumular lixo e entulhos;

– Manter fechadas sacolas e recipientes com lixo;

– Manter caixas d’água, galões, tonéis ou tambores sempre vedados;

– Remover a sujeira das calhas e ralos;

– Não deixar pneus com água acumulada ou em lugares descobertos;

– Deixar garrafas ou baldes com a boca para baixo;

– Verificar bandejas de ar-condicionado e geladeiras mantendo-as limpas e sem água;

– Colocar areia até a borda nos pratos de vasos de flores e plantas;

– Manter vasos sanitários sem uso fechados;

– Tratar a água de piscinas e fontes uma vez por semana;

– Esticar lonas para não formar poças;

– Lavar os recipientes de água dos animais com esponja e sabão.

 

Rolar para cima